Nesta segunda-feira (09.04) foi realizada a Assembleia de Núcleo na unidade da COOPNORE em Santa Catarina, localizada no Centro de Florianópolis. A reunião foi promovida com o objetivo de deliberar sobre a necessidade de eleição de novos delegados de núcleos, apresentar o relatório de prestação de contas relativas ao ano de 2017, e ressaltar assuntos importantes para a Cooperativa que serão abordados na Assembleia Geral marcada para o dia 26 de abril.

Altamar Garcia Mendes, diretor geral da COOPNORE, reforçou que o evento é fundamental para manter os associados atualizados sobre todas as decisões da Cooperativa. “A Assembleia de Núcleo antecede a Assembleia Geral como uma oportunidade de apresentar todas as pautas definidas para o pleito ao maior número de associados possível. Pensando nos objetivos de oferecer produtos e serviços de alta performance para permitir uma entrega mais ágil dos serviços notariais e registrais ao cidadão. Esta é a melhor forma de manter os associados por dentro dos projetos realizados e previstos para a instituição”.

Veja as pautas abordadas durante a assembleia:

• Eleição de delegados – o número de delegados obrigatórios para representar os associados de cada unidade é definido seguindo a proporção de um para cada 100 associados. Atualmente, o Estado possui oito delegados para 752 associados, número suficiente para atender às demandas.

• Prestação de contas de 2017 – o relatório de gestão 2017 foi apresentado informando as principais ações desenvolvidas no ano, além dos produtos e serviços. Outro fator abordado foi o balanço patrimonial, com o número de capital social, patrimônio líquido e investimentos feitos. Na ocasião, foram destacados o crescimento de 131,18% nas operações de crédito e de 108,89% na evolução da receita total da cooperativa.

• Política de conformidade – no último ano, a instituição elaborou uma política de conformidade que, após aprovação na Assembleia Geral, norteará as diretrizes definidas para as ações dos colaboradores e procedimentos dos associados.

Destinação das sobras – A Cooperativa em 2017 encerrou seu balanço anual com sobras. A assembleia de núcleo aprovou a sugestão do Conselho de Administração e destinou as sobras do exercício à reserva legal.

%d blogueiros gostam disto: