O período de festas é uma época de celebrar e também de direcionar o foco para as atividades que estão por vir. Dentre essas ações, o planejamento financeiro é fundamental para ter controle sobre o seu dinheiro.

A principal razão para estruturar suas finanças pessoais e profissionais está em organizar o ano. Dessa forma, você pode direcionar seu dinheiro para ajudá-lo a cumprir os objetivos que você visa conquistar. Confira algumas dicas para se preparar financeiramente e fazer de 2019 um ano de sucesso nas suas contas!

Organize as finanças

O primeiro passo é organizar todas as despesas fixas previstas para o novo ano, detalhadas mensalmente, incluindo água, luz, telefone, celular, condomínio, aluguel, alimentação, entre outros. Após levantar essas despesas e o valor médio para elas, é importante avaliar os gastos recorrentes que fazem parte da sua rotina. Esse levantamento permite uma noção do que é o seu custo de vida para determinar a quantia necessária para pagar as contas ao longo do ano.

Crie uma tabela

A melhor forma de organizar os dados levantados é incluir as informações em uma planilha de dados ou em softwares e aplicativos de celular que permitem o controle das finanças de maneira prática e ágil. Na hora de armazenar as despesas levantadas, você pode escolher entre os apps que possuem um layout pré-formatado em que você se adapta e as planilhas que permitem a personalização à sua maneira. Ao concluir essa etapa, já terá uma visão anual dos seus gastos mês a mês.

Projete os ganhos

Com as despesas fixas já avaliadas, é fundamental analisar os rendimentos, ou seja, quanto de dinheiro você terá como entrada para o ano seguinte. Essa projeção pode levar em conta um crescimento de faturamento, caso haja expectativa de aumento, ou se manter realista à renda atual. Com esta informação, é possível fazer um comparativo de ganhos versus despesas, o que permite direcionar seus rendimentos no futuro para investimentos.

Poupe e invista

Com a implantação do planejamento é possível separar uma quantia assim que você recebe seu salário e direcioná-la para o investimento, tudo de acordo com o valor e o prazo que você objetiva reaver a aplicação. Também há a possibilidade de investir, aos poucos, aquilo que você guardou.

%d blogueiros gostam disto: